[ editar artigo]

O cinema mais alternativo de Curitiba

O cinema mais alternativo de Curitiba

Quais foram as maiores estreias mundiais do cinema no último ano? Tá na ponta da sua língua: Vingadores: Guerra Infinita, Pantera Negra, Os Incríveis 2, Homem-Formiga, etc, etc, blockbuster e blockbuster. Mas quando falamos de estreias nacionais, brasileiras, aí fica bem mais difícil.

O que pode vir primeiro à cabeça é a produção curitibana (veja só você) Ferrugem, que é sobre uma jovem que tem um vídeo íntimo vazado na internet e em como isso afeta sua vida e a das pessoas que a cercam. O filme venceu o prêmio de melhor filme e melhor roteiro no Festival de Gramado. Depois disso foi exibido em outro grande festival, o de Sundance e também no Cine Guarani. “Cine Guarani!?” você deve ter exclamado. Essa é a reação da maioria das pessoas. Ela se intensifica quando descobrem que o Cine Guarani é um cinema curitibano, localizado no Portão, do ladinho do terminal de nome homônimo, dentro do Portão Cultural, onde se localiza o MUMA. Esse é mais um dos lugares fantásticos de Curitiba que todo mundo deveria conhecer.

Tido pela Gazeta do Povo como o cinema mais alternativo de Curitiba, o Cine Guarani foi reaberto em 2012 depois de uma série de reformas que deram nova vida ao cinema inaugurado em 18 de outubro de 1988. O cinema exibe produções nacionais e internacionais, mas a preferência vai para trabalhos regionais e alternativos. Isso explica a exibição de Ferrugem que teve campanha de divulgação realizada pela Candy Shop com o conceito “E agora que você sabe?”.

Apesar da exclusividade, a adesão do público é baixa. Primeiro por estar escondido dentro do Portão Cultural, que faz com que a galera não faça a mínima ideia de que existe um cinema ali e depois pela desvalorização do cinema brasileiro. As sessões contam com menos de 10 pessoas às vezes, contando com um público variado de jovens e senhores (as) entusiastas de cinema. Ir ao Cine Guarani é conhecer mais de Curitiba, ir além do Centro. No mesmo espaço do Cine Guarani estão localizados o MUMA - Museu Municipal de Arte de Curitiba, o Auditório Antônio Carlos Kraide, a Casa da Leitura Wilson Bueno, o Centro de Arte Digital, o Espaço de Convivência e salas para cursos e projetos educativos. Ir ao Cine Guarani é incentivar o cinema brasileiro.

A entrada em algumas sessões é franca, quando não, os ingressos custam R$12 a inteira e R$6 a meia.

Funcionamento: de terça a domingo.

Redhook
Redhook News
Redhook News Seguir

O RedNews é um espaço destinado a divulgação das novidades do mercado de comunicação. Tem algo interessante para contar ao mercado? Envie para comunicacao@redhookschool.com

Ler matéria completa
Indicados para você